out 16

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
dez 02

Alguns comentários sobre o Microsoft Lumia 435 DTV

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/12/2015 às 17:23h

     Há alguns meses eu comprei alguns modelos de Lumia pra fazer um super comparativo. Porém, a preguiça bateu forte e acabei deixando isso pra lá. Mas ontem, um amigo me pediu uma opinião sobre o Lumia 435 DTV e resolvi fazer ao menos um vídeo sobre ele.

     O aparelho basicão da Microsoft surgiu em promoção nessa semana em virtude da Black Friday/ Cyber Monday e as pessoas ficaram se perguntando se valia a pena pagar R$ 300 por ele. Vale! Veja o vídeo acima e tire suas próprias conclusões. Ah… Se gostou, deixa o joinha que me ajuda muito.

TAG(s):
Categoria(s): Windows Phone
out 02

Primeiras impressões do Novo Moto G DTV 2014

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/10/2014 às 16:18h

     No ano passado a Motorola anunciou em novembro um dos seus melhores produtos até hoje: o smartphone Moto G. O aparelho fez um enorme sucesso por possuir um excelente custo x benefício, sendo campeão de vendas e críticas, seja dos veículos especializados, seja dos próprios consumidores. Agora em setembro, ela anunciou a segunda geração dos aparelhos. Será que acertou de novo?

     Muita gente critica a Apple quando essa lança novos iPhones “apenas” melhorados, não promovendo uma verdadeira revolução ano após ano. O que a Motorola fez com a segunda geração do Moto G foi exatamente isso: uma melhoria e não uma revolução. Ou seja, ela ouviu os consumidores e lhes entregou um produto parecido, porém melhor ao do ano anterior, sobretudo focando naquilo que seu cliente realmente queria.

     Em maio desse ano, quando a empresa anunciou o Moto E, ela já havia disponibilizado uma nova versão do Moto G, com microSD e 4G, duas das coisas mais pedidas pelos consumidores. Nos modelos anunciados em setembro, infelizmente não veio o 4G, mas vieram a TV digital, suporte a cartões microSD, tela maior, uma câmera melhor e o mesmo preço incrível para a categoria.

     Além do 4G, algumas pessoas reclamaram que tanto a CPU, como a memória RAM, permaneceram a mesma. Ora, upgrade, todo mundo deseja, mas será que ele é realmente necessário, ainda mais num produto com boa performance e que faz de tudo para se manter acessível? Com uma CPU Qualcomm Quad core de 1.2GHz e 1GB de RAM, era desejável, mas não imprescindível um upgrade. E a Motorola fez o mais lógico: focou no preço.

     Eu já usei (e tenho ainda na gaveta) vários smartphones topos de linha lançados no Brasil, como o Samsung Galaxy Note 3, o Galaxy S5 e o Sony Xperia Z2. Contudo, conforme eu escrevi nesse outro post, eu abri mão deles pela fluidez que encontrei no Motorola Moto X e no LG Nexus 5. Contudo, mexendo no Moto G de segunda geração, fiquei tentado a trocar o Nexus 5 por ele, uma vez que ele oferece boa performance, microSD, dual chip e TV, coisas que eu aprecio num aparelho.

     Um breve comentário sobre a câmera do Moto G: a anterior era bem fraca e a nova, além de mais megapixels, está mais rápida e com uma qualidade superior. Não dá pra comparar com aparelhos topo de linha, mas a câmera passou de ruim para aceitável.

     Apesar de estar com o aparelho a menos de um dia e esse ser um post de primeiras impressões, por tudo que li do aparelho e vi de amigos que já tem o Moto G, acredito que possa recomendá-lo a boa parte das pessoas que procura um smartphone bacana, num custo não muito elevado. Se vou gostar dele depois de 1 semana de uso intenso, só o tempo dirá. Mas as primeiras impressões foram, novamente, muito boas. Palmas para a Motorola, que até bem pouco tempo era ofuscada pela Samsung e conseguiu dar a volta por cima.

TAG(s):
Categoria(s): Android
mai 23

GordoGeek e NerdPai participando do programa Encontro

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 23/05/2014 às 17:00h

     Na semana passada recebi – com surpresa e muita alegria – um convite da produção do programa “Encontro com Fátima Bernardes” (da TV Globo) para participar do “Dia do Orgulho Nerd”. Uma equipe do programa veio até em casa na segunda-feira, fizeram algumas imagens e estava programado de ir ao ar na quinta-feira. Eu e o @NerdPai nos encontramos em Campinas e voamos até o Rio de Janeiro na quarta-feira. Porém, como estava rolando greve de ônibus e São Paulo virou de pernas pro ar, tiveram muitas entradas de link e isso impossibilitou nossa participação. Algumas pessoas, que estavam sabendo do programa, ficaram bastante frustradas com o acontecido, mas em TV, especialmente ao vivo, isso acontece e temos que compreender.

     Acima eu fiz um vídeo pra mostrar um pouquinho da experiência de ter ido ao Projac. Na viagem, aproveitei para ir com o @NerdPai até o shopping Village Mall, onde está instalada a primeira loja da Apple no Brasil. Lá, encontramos o @Cocatech e depois saímos pra jantar. Se por um lado ficamos um pouco triste por não termos participado, por outro ficamos muito contentes pela visita, pelo tratamento sem igual da excelente equipe do programa (extremamente atenciosos) e por termos encontrado amigos no Rio. Aliás, um abraço para os amigos “smurfs da Maçã”.

     A produção do programa me convidou pra voltar ao Rio de Janeiro nessa segunda-feira (26/5), para participar ao vivo na terça-feira (27/5). Então, anote ae na agenda, fale pros amigos, etc.

TAG(s):
Categoria(s): Biblioteca Digital
mai 13

Motorola anuncia Moto E dual-sim/ TV e Moto G com 4G

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 13/05/2014 às 10:47h

     No ano passado o CEO da Motorola veio ao Brasil para fazer o lançamento mundial da linha Moto G, um smartphone de baixo custo que agradou bastante o mercado e teve críticas muito positivas. Apostando num mercado que quer pagar ainda menos por um telefone, a empresa trouxe esse ano a linha Moto E, que foi anunciada hoje de manhã numa coletiva em São Paulo. O Henrique Cunha esteve lá para nos representar e colher as novidades.

     Durante os últimos dias, vazaram muitas informações sobre o Moto E, inclusive através de lojas parceiras. Se foi intencional ou não, como forma de jogar mais lenha na fogueira dos rumores e gerar mídia, ninguém sabe. Mas testes nos aparelhos ainda não rolou e tenho minhas dúvidas se uma CPU dual-core vai conseguir ter um desempenho tão bom (ou ao menos razoável) como teve o Moto G. Talvez o 1GB de RAM consiga aguentar o tranco, mesmo com uma CPU mais fraca.

     Outra dúvida que tenho é com relação a linha de produtos da Motorola. A empresa parece que deixou de lado (ao menos por enquanto) os aparelhos topo de linha e resolveu apostar nas categorias de entrada e intermediária. Atualmente você ainda consegue encontrar nas lojas o RAZR D1 e D3, além de 5 versões de Moto G (Single, Dual, Colors, Music e Brasil), Moto X e com a chegada dos Moto E, complicou ainda mais. O que comprar? Diferente da Apple, que não dá muita opção ao consumidor, a Motorola parece que optou pela mesma estratégia da Samsung, deixando o consumidor bem a vontade pra ver o que se encaixa melhor no seu perfil e no seu bolso.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
mai 05

Vale a pena investir num bom sistema de Home Theater?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/05/2014 às 18:36h

     Há alguns meses, realizei um sonho de consumo e troquei a antiga TV 42” da sala por uma gigante de 60”. É impossível um “monstro” desses passar despercebido. Todos que vem em casa, olham pra parede e perguntam de quantas polegadas é a TV.

     Recentemente, alguns amigos vieram ver o final do campeonato paulista em casa e me perguntaram se eu não tinha home theater. Expliquei que sempre achei isso desnecessário e um deles me convidou a ir a sua casa, pra experimentar o dele. Pois bem, eu fui e foram necessários poucos minutos pra mudar de opinião. Um bom sistema de som é tão importante quanto uma TV grande!

     Na minha pesquisa para achar o que eu compraria, descobri que existem soluções que não necessitam de fios, ligando as caixas de som ao “receiver”. Com certeza é uma tremenda praticidade, pois bem toda casa tem a tubulação interna preparada e pensada pra isso. Porém, nada é melhor que o bom e velho cabo, pois a interferência é mínima, o que aumenta a qualidade. E, por sorte, o antigo dono da minha casa atual já havia deixado tudo pronto.

     Também é muito importante levar em consideração o modelo de home theater ideal para o ambiente em que será utilizado. Para ambientes pequenos, de nada adianta um modelo dos mais potentes, já que o seu potencial não será utilizado por inteiro. Já em ambientes grandes, é preciso um home theater que cumpra o seu papel. Sempre confira a potência do modelo na medida Watts (sigla “W”).

     Caso você também tenha interesse em transformar a sua sala em um verdadeiro cinema, ou deseja saber mais informações sobre home theaters e seus modelos – In a Box, Modulado ou Soundbar -, é possível encontrar dicas e informações de como um funciona, como comprar e instalar um modelo na sua sala – de acordo com o valor que você quer investir e as características da sua sala – no site da Novo Mundo, no link:

http://www.novomundo.com.br/loja/eletronicos/home-theater

TAG(s):
Categoria(s): Dicas, Gadgets
jun 10

Review comparativo: Motorola RAZR D1 e D3

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 10/06/2013 às 12:56h

     Há cerca de duas semanas eu falei aqui no blog sobre o Motorola RAZR D1, um aparelho que comprei logo no lançamento, mas por falta de tempo, fiquei quase 3 meses enrolando para falar sobre ele aqui. Aproveitando que a assessoria da Motorola Brasil nos enviou para análise o RAZR D3, fiz o vídeo comparativo abaixo:

     Eu gostei tanto do Motorola RAZR D1 que sempre recomendava para quem me perguntava sobre um aparelho Android barato, com excelente custo x benefício. Mesmo tendo condições financeira para ter pego um D3, na época eu optei pelo D1 por causa do recurso da TV (analógica e digital), coisa que gosto, mas na prática, uso bem pouco. Porém, ao por as mãos no D3, vi que ele tem tudo que o D1 tem (exceção a TV) e muito mais, como uma tela maior e de maior qualidade, uma CPU de duplo núcleo, câmera frontal, etc. O mais legal é que ele mantém tudo que já era bom no D1, com destaque ao dual chip e autonomia de bateria.

     Se você quer um aparelho com TV, dualchip, Android atualizado e não quer gastar muito, vá de RAZR D1. Porém, se você pode gastar um pouco mais e não liga pra TV, opte pelo D3, pois a qualidade da tela é muito melhor, mesmo usando a mesma tecnologia TFT.

TAG(s):
Categoria(s): Android
mai 27

Considerações sobre o Motorola RAZR D1

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/05/2013 às 11:50h

     Já tem quase 3 meses que estou com o Motorola RAZR D1 (comprei logo que foi anunciado) e não tive tempo de gravar um review ou fazer um post sobre ele. Como o aparelho tem um excelente custo x benefício e estou sempre indicando-o via Twitter, me vi obrigado a fazer esse post com algumas considerações sobre ele, de forma a otimizar o meu tempo quando eu indicá-lo.

     O aparelho tem um visual muito parecido com seu “irmão mais nobre”, o RAZR i, mas ao segurá-lo, você nota que as aparências enganam. O acabamento do RAZR D1 não é nada premium, feito de plástico. Porém, ele tem uma excelente pegada e é resistente. Nesse tempo todo que está comigo, já caiu no chão algumas vezes e não tem um risquinho sequer. Se fosse um iPhone 4S/ 5 ou Galaxy Note/ S4 que tivesse caído, provavelmente estaria chorando por ter que gastar R$ 800,00 num reparo. Lembra aqueles aparelhos mais antigos, que virava e mexia beijava o chão e não acontecia nada.

     Além do material pouco refinado, algumas outras coisas contam contra o aparelho: tela, espaço em tela e câmera. O ponto negativo mais grave é a tela, que tem apenas 3.5” (mesmo tamanho dos iPhones antigos), com uma resolução que beira o ridículo (320 x 480), usando uma tecnologia muito defasada (TFT). Imaginem eu comutando meu trabalho diário entre um Galaxy Note 2, com tela de 5.5” (ultra HD Amoled) e um RAZR D1. Chega a ser bizarro!

     A Motorola teve que fazer alguns sacrifícios para conseguir um preço baixo no RAZR D1. Um dos cortes mais significativos foi no espaço interno, pois ele vem com apenas 4GB. Apesar de pouco, consegui instalar quase tudo que tenho no Note 2, como Twitter, Facebook, Instagram, Foursquare, Getglue e vários outros apps e joguinhos. Ele ainda tem suporte a cartões microSD, mas como esse serve basicamente para levar documentos e multimídia, a instalação dos apps fica limitado ao armazenamento nativo. Isso pode ser um problema dependendo do perfil do usuário. Acredito que para a maioria, não atrapalhe tanto. Basta saber dosar.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
fev 20

     Há alguns dias eu escrevi aqui sobre a Neon Eletro. Na ocasião eu coloquei bastante culpa nas pessoas que fizeram compra e, antes do prazo acordado, sairam reclamando por ae. Porém, agora a pouco eu vi duas propagandas deles na TV e tive que reavaliar o caso.

     Conforme eu já tinha comentado no artigo anterior, alguns produtos, geralmente os que eles dão destaque no SBT, estão a pronta entrega, ou seja, pagou, despacham. Esses produtos tem preço de mercado e não tem grandes descontos. Porém, alguns produtos, comumente os anunciados no UOL, como iPhone 5 e iPad Retina por R$ 999,00, tem o elástico prazo de 60 dias úteis, ou seja, 90 dias corrido.

     O que me chamou a atenção e me fez voltar ao assunto aqui no blog foi a “pegadinha” que eles fazem nesses anúncios vinculados na TV. No final do vídeo, o narrador diz claramente “tudo a pronta entrega”, dando a entender que, não apenas os produtos anunciados, mas todo o site, tem produtos a pronta entrega, quando isso não é verdade. Má fé? Imagina…

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jan 19

USTVNow: TV americana em tempo real, sem VPN

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 19/01/2013 às 00:43h

     Há poucos minutos a Fox americana exibiu o final do seriado Fringe. Vendo algumas pessoas comentando no Twitter e sabendo que ainda não tinha acabado, ou seja, ainda não tinha caído nos torrents, fiquei me perguntando qual seria a mágica e me apresentaram o USTVNow.

     Até onde eu entendi, o site tem acordos com os canais nos Estados Unidos e todo o conteúdo é distribuído de maneira legal. O mais interessante é que eles não filtram o conteúdo por IP, restringindo o acesso apenas a americanos. Isso quer dizer que você não vai precisar de artifícios como VPN ou Proxy pra simular que está fisicamente na terra do Obama.

     O plano grátis permite que o usuário tenha acesso a até 6 canais. Por USD 19 (nos primeiros três meses, depois sobe pra USD 29) o número de canais aumenta pra 28 e por USD 29 (depois aumenta pra USD 39) o usuário tem acesso completo ao recurso de DVR, podendo inclusive gravar a programação pra ver depois.

     Apesar de não existirem apps específicos para iOS e Android, basta apontar o navegador pro site, se logar e tudo ira funcionar, permitindo inclusive jogar o conteúdo pra sua TV, através do recurso AirPlay da Apple. Bacana, não?

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
preload preload preload