ago 14

Problemas com XBMC depois do update do AirPort

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 14/08/2013 às 23:09h

     Aqui em casa eu tenho um ambiente extremamente heterogêneo, tanto na infra-estrutura de rede, quanto nos equipamentos clientes. Assim, quando dá qualquer problema, são horas batendo a cabeça até encontrar uma solução, já que são muitas possibilidades para serem levadas em conta.

     Só pra vocês se situarem um pouco, eu tenho um roteador TP-Link TL-R470T+ para distribuir os IPs e fazer o balanceamento de carga do que vai pra internet, através de 3 links (Speedy, Rádio e 3G). Dele, parte um cabo de rede RJ-45 para um switch gigabit de 24 portas. Nessa “central” estão conectados computadores Mac, PCs, TVs, WDTV, Apple TV, Xbox, NAS, Slingbox, decoder da TV, roteadores sem fio de diversos fabricantes e mais um mundo de coisa. Bom, deu pra entender a complexidade, né?

     Ontem a Apple soltou um update para os AirPort e Time Capsule. Como bom usuário que sou, corri pra atualizar. Não notei nada anormal no uso da rede através dos computadores, mas agora a pouco, mais de 24 horas depois de ter aplicado o update, sentei no sofá pra ver um seriado no Apple TV e pumba: ao tentar conectar no Time Capsule, pedia a senha. Imaginei que o update tivesse mudado algo e coloquei a senha de novo. Falhou. E ae começou o tormento.

     Por medida de contingência, eu tenho o mesmo conteúdo dos discos do Time Capsule num AirPort e também no NAS DNS-320l da D-Link. Parti pra tentar ver o seriado no AirPort e o erro foi o mesmo. Já no NAS, foi normal. Logo, o tal update do dia anterior foi o principal suspeito na investigação do problema.

     Como os computadores (iMac, MacBook Pro e MacBook Air) ficaram o dia todo acessando os arquivos normalmente, imagino que antes de liberar o update, a Apple só tenha testado em computadores da própria marca, ligando o foda-se pra geral. Depois de muito mexer no XBMC dos Apple TV, nos AirPort, na rede e tudo o mais, descobri que a resolução do problema era simples. Mas, até colocar o ovo em pé, Colombo sofreu bacarai.

     Dentro do XBMC, eu tive que ir compartilhamento por compartilhamento (Filmes, Seriados, Fotos, Músicas, etc.) alterando o mapeando de smb://192.168.0.2/compartilhamento/ para smb://gg-tc/compartilhamento/. Curiosidade 1: tentei alterar para afp, o protocolo padrão da Apple, achando que o problema fosse no smb e nada. Curiosidade 2: meu Time Capsule chamada gg_tc e não gg-tc, mas só funcionou dessa última forma.

     Espero que a dica economiza tempo de quem tiver um ambiente similar ao meu. Sei que é bem incomum, mas foram horas perdidas e talvez possa ajudar alguém.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
abr 27

Adeus Apple TV. Bem vindo Boxee Box!

13 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/04/2012 às 03:23h

     Já fiz vários posts sobre media centers aqui no blog, desde uns Xing Ling comprados no eBay, até aparelhos mais conhecidos, como WDTV, Apple TV e Smart TV. Se você usar a barrinha ae do canto superior direito pra procurar, vai encontrar muitos posts a respeito, como o “WDTV Live: um media center simples e funcional“, “O que vale mais a pena? Um Apple TV ou WDTV Live Plus?” e o “Dá pra usar o Apple TV sem Jailbreak?“.

     Eu fiquei super animado com a apresentação do Apple TV de segunda geração no final de 2010. Comprei 4 aparelhos pra por em casa e substituir os WDTV Live que tinha (sim, a casa tem muitos cômodos e TVs, rs). Como o Apple TV passou a rodar uma versão do iOS, eu acreditei que veríamos apps feitos especificamente pra ela em breve (como já acontece em várias Smart TVs). Porém, isso não aconteceu. Não posso nem dizer que ficou na promessa, porque oficialmente, a Apple nunca prometeu isso. O fato é que fiquei um tanto frustrado.

     Desde quando comprei, até cerca de 4 meses atrás, o Apple TV com jailbreak sempre me atendeu bem. Porém, ele começou a ficar instável e com um comportamento estranho depois de um update qualquer (acho que foi no 5.1, quando apareceu o AirPlay). Não posso nem dizer que foi algo que fiz num aparelho, pois como tenho 4 e o comportamento é o mesmo nos 4, acredito que seja algo do próprio jailbreak. Durante esse tempo que tenho o Apple TV, ocorreram melhorias, como a chegava do AirPlay, que permite jogar o conteúdo do iPhone, iPad e iPod Touch pra TV, podendo até espelhar por completo o seu conteúdo. Mas convenhamos, não é a mesma coisa que um WDTV, que simplesmente pluga-se o conteúdo num pendrive, HD externo ou simplesmente acessa filmes na rede, em qualquer formato, sem gambiarras, conversões chatas e afins.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
jan 22

Chegou a hora de comprar o Apple TV ?

16 Comentarios »Postado por GordoGeek em 22/01/2011 às 15:24h

     Recentemente escrevi por aqui que comprei um Apple TV. Disse na ocasião que o produto não era recomendável para brasileiros, uma vez que nem iTunes Store para locar filmes e seriados nós temos. Cheguei a recomendar o WDTV Live, um produto com custo similar e funcionalidades muito melhores pra quem vive no Brasil. Mas ontem saiu uma novidade que pode mudar esse cenário: o XBMC.

     Desde que o Apple TV foi lançado, como todo bom geek, eu queria por as mãos nele. Talvez pra quem vive nos Estados Unidos, ter acesso ao conteúdo da iTunes Store e Netflix, de uma forma descomplicada e “barata”, no conforto da sua sala, vendo em sua TV tela grande, seja bem legal. Nada mais de ficar correndo atrás de torrent e afins. Basta sentar no sofá, dar alguns poucos cliques e desfrutar do conteúdo. Porém, pra gente aqui no Brasil, várias limitações nos impedem de ter o mesmo conforto. Óbvio que boa parte das limitações podem ser contornadas, como o uso de gift cards para ter acesso a iTunes Store e de VPNs para acesso ao Netflix. Mas não deixa de ser uma gambiarra e muita gente não gosta e/ ou não tem paciência.

     Enquanto a Apple não disponibiliza um SDK oficial para que os desenvolvedores criem aplicações para o Apple TV, ampliando absurdamente o potencial do produto (como já vem acontecendo com os concorrentes), surgem iniciativas como o aTV, que fazem uma espécie de jailbreak do gadget, permitindo que se instale outras funcionalidades no dispositivo. Dentre essas funcionalidades estão o acesso ao Last.Fm, Plex, nitoTV, um browser baseado Safari e mais recentemente, o XBMC, famoso programa de Media Center que roda em várias plataformas.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
preload preload preload