mar07

Vale a pena colocar lâmpadas de emergência em casa?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 07/03/2015 às 03:10h

     Você já deve ter observado que vários locais no comércio tem lâmpadas de emergência, correto? Mas será que vale a pena instalar um sistema desses em casa? Bem, eu tenho algumas em casa já tem uns 6 anos e já me salvou de várias roubadas.


Crédito da imagem: Shutterstock

     Eu jurava que já tinha feito um post sobre isso antes. Mas fui procurar e não achei. Acredito que, como comentei muito sobre isso no Twitter, fiquei com essa impressão. Então lá vou eu corrigir esse lapso e deixar algo bem formulado para pesquisa futura dos leitores.

     Com a energia subindo cada vez mais, comecei a passar um pente fino em casa, atrás dos gastões de energia. Quem sabe eu consigo reduzir o consumo e, por consequência, a dor no meu bolso, né? Falei disso ainda essa semana aqui no blog, quando ensinei como calcular o consumo dos aparelhos.

     Quem distribui energia na minha região é a CPFL Paulista e, a impressão que eu tenho, é que ela deve ser uma das piores do país. Isso porque, basta um ventinho, com uma ameaça de chuva e pumba: apagão. Às vezes dura apenas uns 30 segundos, às vezes 15 minutos e outras 2 horas. O fato é que, ao menos uma vez por semana, temos um pequeno apagão por aqui. E com isso, o uso de no-break, pelo menos nos aparelhos mais sensíveis, é obrigatório Ah, além de apagões, a energia também varia, causando episódios estranhos como esse que documentei. Parece que a casa foi possuída pelo capeta.

     Independente da qualidade da distribuidora de energia que lhe atenda, acredito que vez ou outra possa faltar energia. Podem ser episódios mais raros, mas também devem ocorrer. E, não querendo ser pessimista, mas especialistas do setor elétrico dizem que as chances de termos apagões em 2015 e 2016 são bem plausíveis. Ou seja, você precisa se planejar desde agora.

     Quando eu comprei as primeiras lâmpadas de energia, eu paguei algo como R$ 80. Eram realmente um investimento considerável. Porém, mais recentemente eu comprei algumas no Ricardo Eletro e paguei menos de R$ 20 em cada. Será que são as melhores do mundo? Acredito que não, mas irão resolver meu problema, especialmente naqueles cenários onde a falta de energia fique abaixo de 2 horas.

     Meus primeiros equipamentos de emergência eram de uma lâmpada esticada, tipo aquelas antigas que víamos em cozinhas. Duraram bastante. Eu cheguei a trocar a bateria 2 vezes, mas ae começaram a dar muito problema e troquei por essas de LEDs. Assim, se um queima, ainda tem vários outros pontos. Hoje em dia é comum ter sistemas com 60 LEDs, onde você pode programar pra acender todos ou só a metade. Assim, com a metade, você aumenta a autonomia de uso. Alguns sistemas baratos podem funcionar até 6hs.

     E se você está preocupado em aumentar a sua conta de energia, eu tenho uma boa notícia pra vocês: eu medi o consumo delas em standby, operando apenas pra manter a bateria em 100% e elas gastam menos de 1W. Ou seja, coisa de R$ 0,50 ao mês! É muito pouco pelo benefício que elas trazem. Infelizmente, eu não medi quanto de energia gastam pra ir de 0% a 100%. Mas pela capacidade da bateria delas, é algo desprezível.

     Eu sei que hoje em dia todo mundo anda com celular no bolso e, quando falta luz, é rápido ligar o flash do gadget e resolver a questão. O problema é que, se ele estiver carregando, ou se você estiver tomando banho, fazendo comida ou algo assim, pode ser um baita perigo, especialmente se tiver crianças ou idosos em casa. Assim, siga a minha dica e compre algumas lâmpadas pra por em casa. É melhor prevenir do que remediar.

Leave a Reply

preload preload preload