mar13

Vale a pena comprar a pulseira fitness Xiaomi Mi Band?

20 Comentarios »Postado por GordoGeek em 13/03/2015 às 09:37h

     Já testei muitas pulseiras e relógios nos últimos tempos, como a Jawbone UP, UP24, Netshoes All4One, Nike FuelBand, Sony SmartBand, Pebble e alguns outros. Até o momento, a que mais tinha gostado era da Jawbone, pela sua simplicidade, o fato de ser bem discreta e ter um bom monitoramento do sono. Mas estou cedendo o lugar de destaque em meu coração a Xiaomi Mi Band.


Crédito da imagem: Shutterstock

     Caso você ainda não tenha visto o vídeo de primeiras impressões, postado no começo da semana, dê uma conferida aqui. Nesses menos de 3 dias que estou com ela, estou impressionado como algo tão barato (USD 19.99 lá fora) pode fazer tanto e tão bem. Agradeço ao Daniel Amaro pela indicação.

     A Jawbone é uma pulseira muito legal, mas custa proibitivos R$ 800 aqui no Brasil (isso a versão antiga!!!). Mesmo com dólar alto e contando com o pagamento de todos os tributos, a Mi Band vai sair menos de R$ 150. Ou seja, um excelente custo x benefício.

     Além de ter um excelente preço, fator muito decisivo numa compra, a Mi Band ainda conta com uma incrível autonomia de bateria. Ela consegue ficar até 2 meses sem recarga (vi relatos de leitores no Twitter). Porém, aqui comigo, talvez pelo meu uso mais hardcore, está consumindo cerca de 3% por dia. Nesse ritmo, vai durar um mês, ou seja, 3 vezes mais que a Jawbone, 5 vezes mais que o Pebble e 30 vezes mais que qualquer smartwatch (ok, a comparação foi infeliz, já que ela é muito mais simples).

     O monitoramento das atividades físicas dela é bem interessante. Existe uma tela principal com informações resumidas, mas ao clicar nela, abre-se um gráfico detalhado. Você ainda pode ir passando o dedo sobre ele, onde serão exibidas ainda mais informações sobre sua movimentação ao longo do dia.

     Muitas pulseiras (e relógios inteligentes) monitoram sua atividade física, mas são incapaz de monitorar seu sono, seja porque não tem a função em si, seja porque a noite precisam ficar no dock carregando. A Mi Band não só monitora o sono muito bem, como não precisa de botão pra ficar comutando entre modo noturno e diurno, ou seja, faz isso automaticamente, o que é muito bom, porque vez ou outra eu esqueço. Além disso, os dados coletados e exibidos por ela possuem o mesmo grau de detalhamento da atividade física.

     Por fim, como um belo extra, pra quem for usuário de iOS 8, a pulseira ainda integra com o app Saúde (Health) da Apple, permitindo centralizar suas informações num só lugar, o que é excelente.

     Quem é meu leitor há algum tempo já sabe o quanto sou rigoroso em minhas análises. Geralmente destaco muitos pontos negativos e poucos positivos nos produtos. Porém, a pulseira da Xiaomi realmente amoleceu meu coração. Estou adorando e acho que é um produto muito bom, especialmente pelo que custa. Claro, ela poderia ter um acabamento melhor, mas novamente, voltamos a questão do seu custo. E, respondendo a questão: vale a pena a compra? Evidente que sim!

Leave a Reply

preload preload preload